Segundo Jayme Campos, para Emanuelzinho ser candidato em VG, Emanuel Pinheiro terá que recuar da reeleição

Embora as convenções partidárias estejam marcadas para o período de 31 de agosto a 16 de setembro, o senador Jayme Campos (DEM) garante que as conversas estão adiantadas para definir o nome do partido que disputará a sucessão de sua esposa, Lucimar Campos, atual prefeita de Várzea Grande. Ele revelou que uma pesquisa será colocada “nas ruas” ainda nesta semana para saber como está a aceitação dos possíveis candidatos que estão sendo sondados.

Dentre os nomes aventados para a Prefeitura de Várzea Grande pelo grupo dos democratas está o deputado federal Emanuelzinho (PTB), filho do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Emanuelzinho transferiu seu título para Várzea Grande em maio de 2019 e embora venha de uma família de políticos carreiristas, ainda tem pouca bagagem política para ser gestor da 2ª maior cidade de Mato Grosso. Seu 1º mandato eletivo foi conquistado em virtude da atuação e apoios políticos do pai.

Inclusive, Jayme Campos não acredita que Emanuelzinho tenha qualquer chance na disputa pela prefeitura de Várzea Grande caso, o pai dele decida buscar a reeleição na Capital. “Poderia ser, claro que pode, mas vejo como quase impossível. Não há espaço. Em que pese é um direito líquido e certo, são duas cidades, são pai e filho com  dois CPFs. Agora, eu não vejo o momento apropriado. Se o Emanuel Pinheiro, prefeito de Cuiabá, for candidato à reeleição, imagino que a pretensão do Emanulezinho aqui em Várzea Grande não existe chances”, disse o senador durante entrevista nesta terça-feira (28).

Na análise de Jayme, o prefeito de Cuiabá precisaria recuar de buscar a reeleição para investir na campanha do filho em Várzea Grande. “Se por acaso o Emanuel Pinheiro velho não for candidato a prefeito de Cuiabá, abre naturalmente essa possibilidade. Não tenho nada contra nenhum. Eu acho que ficaria muito difícil até eles mesmo não teriam condições físicas pra enfrentar duas eleições de duas cidades de porte grande”, observou Jayme ressaltando, no entanto, que a resposta para o questionamento precisa ser dada pelo próprio Emanuelzinho e pelo pai Emanuel Pinheiro.

NOMES DO DEMOCRATAS

Jayme Campos disse que a partir da próxima semana as lideranças do DEM vão sentar e avaliar todas as possibilidades, pois afirma que o partido terá candidatura própria em Várzea Grande com pelo menos dois ou três nomes aptos a encabeçar uma chapa.

“O DEM tem vários nomes, tem Júlio Pacheco, tem o Hazama. O Fábio Tardin também tinha pretensão, não sei se tem ainda. Tem o Kalil Baracat pelo MDB que são pessoas do nosso grupo político”, observou Jayme Campos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui