Wilson Santos elogiou atuação de Dilmar Dal Bosco na articulação para aprovar projetos do Executivo

O deputado Wilson Santos (PSDB) descartou assumir o posto de líder do governo na Assembleia Legislativa caso o também deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM) abandone a vaga. Novato na base do Governo, o tucano tem se destacado pela defesa do Executivo em matérias polêmicas, como a Reforma da Previdência.

“Não tenho interesse de ser líder, já fui, é uma experiência importante que contribuiu muito para minha evolução. Não fui convidado e mesmo se fosse não aceitaria nesse momento”, disparou.

As declarações ocorrem após Dal’Bosco enviar uma carta a presidente estadual do Democratas, Fábio Garcia, pedindo para ser expulso da sigla. O democrata assumiu a liderança do Governo em fevereiro do ano passado, ao tomar posse de seu terceiro mandato. Desde então, tem mostrado insatisfação em dividir a responsabilidade com a atuação em sua base eleitoral e citou a dificuldade de conseguir consenso em várias matérias.

Wilson, contudo, defendeu a permanência de Dilmar no posto. “Ele é um líder de bastidores que dialoga individualmente com cada colega deputado, o estilo dele é esse. Ele tem carregado muita pedra aqui, tem aberto muitos caminhos. É um líder que mostra resultados, quase todas as matérias que vieram para Assembleia foram aprovadas sobre sua ‘batuta”, elogiou Santos.

Porém, na última semana, o democrata recuou da possibilidade de deixar a sigla após reunião com líderes do DEM. Também segue na liderança do Executivo no parlamento.

Wilson se mostrou surpreso com o “rompimento” momentâneo de Dilmar com a cúpula do Palácio Paiaguas. “O que aconteceu eu não acompanhei, não tenho notícias, não sei o que está havendo, mas torço para que ele continue na liderança”, concluiu.

Fonte: FolhaMax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui