Incremento de receitas no 1º semestre foi de 15,2% em MT; 20 unidades da federação tiveram queda

Mato Grosso é o Estado da federação que registrou maior percentual de aumento em sua arrecadação nos primeiros seis meses deste ano, quando comparado ao mesmo período de 2019. A informação consta em um levantamento realizado pelo jornal Folha de S. Paulo.

A reportagem ressalta que, desde o final de março, os Estados vêm enfrentando quedas em suas receitas, em razão da pandemia da Covid-19. Mato Grosso, no entanto, caminha no sentido inverso e incrementou em 15,20% sua arrecadação.

Outros cinco estados, também registraram alta: Amapá (9%), Tocantins (3,9%), Amazonas (2,2%), Mato Grosso do Sul (1,5%) e Pará (0,4%).

Ainda conforme a publicação, 21 estados registraram maior investimento no primeiro semestre deste ano. Novamente, Pará e Mato Grosso – ao lado de Tocantins – aparecem em destaque e são listadas como as unidades da federação que mais que dobraram o nível de investimento.

Veja comparativo com outros Estados:

Números gerais

Conforme a Folha, analisados todos os estados de forma conjunta, a receita com impostos, taxas e contribuições entre os meses de janeiro e junho deste ano foi de R$ 251 bilhões.

No mesmo período do ano passado, esse montante havia chegado a R$ 267,6 bilhões, em valores atualizados pela inflação; uma queda de 6%.

A reportagem ouviu ainda especialistas que apontam ser este o maior baque no cofre dos estados na história recente do país. O resultado já é pior do que o obtido nas crises de 2008 e 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui