Em entrevista na manhã desta quinta-feira (15), o governador Mauro Mendes (DEM) expôs duras críticas à índole do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição. Segundo ele, sua confiança no Ministério Público e na Justiça, fazem crer que Emanuel Pinheiro “vai ter um fim igual ou pior do que o Silval”.

A resposta veio após ser questionado sobre uma fala do prefeito sobre corrupção. Emanuel teria dito que “agora ele não pode mais falar de mim, porque já tem dois. Um investigado pelo MP e outro pego em flagrante”.

Pinheiro estava se referindo ao secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, que estaria sendo investigado pela compra irregular de 50 respiradores. Neste caso, o próprio Ministério Público reconheceu o equívoco e encerrou o caso. “Na verdade, Emanuel Pinheiro é um malandro de carteirinha. Ele tem quatro secretários afastados por corrupção, tem uma fila de processos em investigação”, retrucou o governador.

Mauro Mendes, que já havia saído em defesa do secretário Gilberto Figueiredo, após a suposta investigação em irregularidades na compra dos respiradores, não aceitou o novo apontamento do desafeto político. “Se ele quer provocar, então toma de volta, né?”

Fonte: Gazeta Digital

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui