Enquanto faltam médicos e medicamentos no Sistema Único de Saúde (SUS), o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), convocou todos os servidores médicos e contratados do Poder Legislativo para atender deputados, funcionários e ‘amigos’, que serão atendidos por agendamento.

O presidente do Parlamento também determinou a compra de 3 mil kits de medicamentos. Os atendimentos serão feitos em uma estrutura que está sendo montada na frente do Teatro Zulmira Canavarros, que fica ao lado da Assembleia. Os médicos irão trabalhar em escalas de plantão.

“Estamos montando uma estrutura ali para eles atenderem funcionários, deputados, familiares e nós vamos abrir uma cota para atendimento externo também. É mais assim, o deputado está com algum vizinho, alguma pessoa, ele liga e agenda o atendimento e vai fazer o atendimento aqui mesmo”, comunicou Botelho.

Eduardo Botelho disse também acreditar que o tratamento precoce é a forma mais eficaz de evitar as mortes pelo novo coronavírus e citou o exemplo da própria mãe. De acordo com o presidente da AL, sua mãe tem 83 anos e possui diversas comorbidades como, diabetes, mal de parkinson, cardíaca e hipertensão.

“Ela pegou a Covid, teve um começo de pneumonia e foi tratada rapidamente e trocou o medicamento três vezes, mas não precisou ir para o hospital e foi tratada em casa. Se recuperou porque foi tratada precocemente. Eu estou realmente acreditando nisso, que esse tratamento precoce é a solução”, disse.

Dados da Covid-19

Em todo estado, segundo números do boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES), de domingo (28), a Covid-19 já matou 556 pessoas. Para se ter idéia da letalidade da doença, de sábado para domingo, morreu uma pessoa a cada hora. O número de casos confirmados da doença já se aproxima de 15 mil. Em todo país, já foram 57.622 vítimas.

CONFIRA O COMUNICADO:

 

Fonte: O Estadão de Mato Grosso

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui